Ajuda
Ajuda:Para realizar uma Busca no Guia Praia Grande , digite a palavra chave referente ao que você procura. Ex.: se você busca hotéis, pousadas ou motéis em , digite: hoteis, pousadas, hotel, pousada, hospedagem, motel etc... Se você busca concessionárias em , digite: concessionária, revenda, carro, automóvel, veículos etc... Se você busca por restaurantes em , digite: restaurante, comida, delivery, kilo, disk, pizza etc... , Se busca por imobiliárias, digite: imobiliárias, imóveis, apartamentos, casas, kitnet ou entre no nosso banco de imóveis no menu abaixo.
>> Fechar

ANÚNCIOS GRÁTIS

ARTIGOS

Saúde
Guia Praia Grande

Grupo ensina pessoas a lidar com parentes com alzheimer

Profissionais ensinam métodos que ajudam no relacionamento com o doente

“Poucas pessoas estão preparadas para a responsabilidade e para a sobrecarga que é cuidar de um paciente portador de alzheimer”. Estas são as considerações iniciais do livro “Você não está sozinho”, creiado pela Associação Brasileira de Alzheimer (ABRAz). A publicação foi entregue na quarta-feira (5/10) durante uma capacitação realizada no Centro Conviver, no Guilhermina, para familiares, cuidadores e pessoas com a doença.

Mais de quarenta pessoas participaram das atividades, que começaram com exercícios de alongamento, partindo para oficinas de memórias. De forma descontraída, idosos e pessoas que possuem familiares com alzheimer se integraram às brincadeiras, ministradas pela equipe de profissionais de saúde, do Cemas.

Para aguçar a memória dos participantes foram utilizadas imagens de artistas e personagens da política. Com palavras-chave, a terapeuta ocupacional Mirela Chaves pedia que os idosos lembrassem de uma música. Cantigas populares, marchas carnavalescas e MPB logo eram cantadas por alguns deles e todos acabavam fazendo coro com as canções. “É muito gratificante realizar este trabalho porque a gente vê o quanto essas pessoas se sentem bem com as brincadeiras”, disse.

Ílio Doretto, 66 anos, já sofreu 3 acidentes vascular cerebral e agora toma medicamentos para controlar a doença. “Gostei muito das atividades e seria bom que isso se repetisse outras vezes”, comentou. A esposa dele, Olga Conceição do Carmo, foi quem o levou ao evento. Ela participa ativamente de programações feitas no Cemas e considera importante a capacitação. “A gente aprende a conhecer o comportamento da doença e como reagir com a pessoa. Isso melhora muito o relacionamento”, salientou.

Motivação - A dificuldade em enfrentar a doença foi o que levou Maria Ederviges Guerreiro Arakava a procurar o treinamento com a equipe de profissionais. A dona de casa declarou que teve de deixar a mãe, de oitenta anos, em uma casa de repouso pois não sabia como lidar com o problema. “Quando passei a visitá-la todos os dias, fui orientada a não aparecer com muita frequência na unidade porque minha conduta, talvez pelo envolvimento emocional, estava sendo prejudicial a ela”.

Ao aprender a lidar com a doença, Maria Edervirges passou a utilizar a habilidade no serviço voluntário do Hospital Irmã Dulce. Outra cuidadora, Piedade Alzirina de Faria Abreu, teve a mesma motivação quando procurou pela capacitação: queria aprender a se relacionar com um membro da família que também tem a doença.

Não é difícil descobrir maneiras de ser agradável e entender o comportamento de um doente. Pelas brincadeiras ministradas, bastante boa vontade e muita alegria, a equipe do Cemas está ensinando pessoas a experimentar um modo diferente de suportar as mazelas do mal de alzheimer. É uma prática louvável e que, certamente, traz resultados óbvios e muitos outros não visíveis.

Estas pessoas demonstraram ser realmente gratas ao grupo de profissionais, formado pelas fisioterapeutas Ana Luisa Rodani e Tatiane Vieira, além da assistente social Luciene Oliveira Dutra, e da estagiária de serviço Social, Paula Bernardino dos Santos Silva.

As atividades voltadas ao grupo de Alzheimer tiveram início em março de 2010 e tem como objetivo capacitar familiares dos portadores da doença e seus cuidadores, nas unidades básicas de saúde. Cerca de cinquenta pessoas já foram treinadas pela equipe, que conta ainda com um médico e uma nutricionista.

A equipe recebeu os livros sobre Alzheimer, CDs educativos e outros apoios do laboratório Novartis.

Interessados em participar dos próximos grupos a serem montados podem ligar para os seguintes números: (13)3496-5251 / (13)3496-5244. Os treinamentos ocorrem na sede do Centro de Especialidades Médica, Ambulatorial e Social, que fica na Av. Pres. Kennedy, 1491, no Bairro Boqueirão.


Artigos Anteriores:

16/11/2016
Teleton 2016 - 19ª edição

29/10/2016
Coletiva de imprensa Teleton 2016

17/11/2011
Praia Grande e região fazem pedágio contra a dengue

08/11/2011
Prefeito entrega novos leitos de UTI Neonatal no Irmã Dulce

25/10/2011
Usafa Ribeirópolis realiza eventos para pais e filhos

05/10/2011
Grupo ensina pessoas a lidar com parentes com alzheimer

16/06/2011
Palestras sobre Queda de idosos será realizado dia 22 em Praia Grande

14/06/2011
Seresta é “remédio” para idosos de Solemar

09/06/2011
Médica dá dicas contra doenças de inverno

07/06/2011
Casos de dengue têm aumento repentino e Praia Grande

06/06/2011
Agora complexo, Irmã Dulce amplia voluntariado

Guia Praia Grande - Seu Anúncio na Internet - Mapa do Site

Copyright© 2022 - Todos os Direitos Reservados - Parceiros

hotel | pousada | imoveis | informática | motel | diversao | bares | pizzaria | Aquário | hospedagem | reservas | cinema | turismo | clube | flores | cestas | estética | chopp | churrasco |


Carimbos Produtos Naturais Gás Ferro e Aço Transporte - Aluguel Agências de Turismo e Viagens Andaimes e Equipamentos Serralheria Materiais para Construção Portões Eletrônicos e Automáticos Buffet & Salões de Festas Óticas Administração de Bens e Condomínios Postos de Combustível Carburadores Centro Automotivo Bombas e Motores Suplementos Alimentares Cozinhas Planejadas Gelo, Carvão